CoworkingPME

7 vantagens de um coworking para PME

Conheça os benefícios de migrar a sua empresa para um Coworking

Os coworkings chegaram no Brasil por volta de 2007. De lá pra cá movimento passou por um crescimento considerável. Hoje, são mais de 200 espaços neste modelo e, segundo o estudo do site Ekonomio em parceria com a B4i e a Coworking Brasil, cerca de 40% deles estão no estado de São Paulo. Pois bem, nesse cenário em que escritórios compartilhados crescem exponencialmente, as pequenas e médias empresas (PME) podem – e devem –  utilizar desses espaços em benefício próprio, uma vez que a redução nos custos e despesas são os principais pontos a serem considerados.

Quer saber mais sobre essa parceria entre coworkings e empresas de pequeno e médio porte? Vem com a gente!

PME, por que mesmo aderir ao coworking?

Se você tem uma pequena ou média empresa, conhecer o modelo de trabalhos dos coworkings pode ser uma ótima opção. Não acha? Vamos detalhar aqui os motivos pelos quais você deve investir nos escritórios compartilhados. Mas de forma mais rápida e prática esta é uma experiência que lhe proporcionará redução de custos e aumentará seu contato com o mercado, ou seja, mais networking.

Senso coletivo

Dentro dos coworking o senso de coletividade tornam os empreendedores mais propensos a se ajudarem. Sim, o espaço físico é compartilhado, independente se você é freelancer, PME ou grande empresa. Mas nesse caso aqui o senso de coletividade que estamos falando é mais profundo, onde a ideia é que todos colaborem para a ascensão do outro.

Um ambiente assim é super estimulante para o funcionário que precisa criar a produzir. Ele consegue inspiração e abertura para trocas de ideias com outros coworkers. Mas quando necessário, ele também consegue o sossego necessário para se concentrar.

Economia criativa

E por falar em inspiração e criação, vamos falar da economia criativa!

O ambiente é propício para incentivar novas ideias, inclusive no ambiente de PME. O famoso pensar fora da caixa faz todo sentido por aqui. Primeiro que ao olhar para o lado você terá um outro empreendedor focado e isso já é um motivador para não se desconcentrar. Segundo, que caso você perca um pouco alguma linha de raciocínio, basta dar uma voltinha que encontrará alguém para trocar ideias e se inspirar.

Redução de custos

Já pensou em ter um sede da sua empresa sem ter que arcar com todas as despesas individualmente?

A princípio este pode ser seu principal motivador para correr com sua equipe para um coworking. Compartilhando custos, gastos e despesas tudo fica mais leve. O negócio acaba por prosperar numa velocidade maior, e diante do desânimo que possa vir te abater, sempre contará com as experiências dos demais empreendedores do coworker para se apoiar.

Simplicidade nos processos

Não tem burocracia no processo para se tornar um coworker. Obviamente cada coworking tem suas especificidades e regras. Mas, no geral, é bem simples aderir aos escritórios compartilhados. Se você tem colaboradores fora do estado ou da sua cidade, eles também podem utilizar os coworkings como ambiente de trabalho. E pode acreditar, vai ser uma experiência que agregará muito valor para ele e para a empresa também.

Flexibilidade

Não há exigências de horários, assim como no home office você é o responsável por seus horários e a sua equipe também pode assumir esse auto gerenciamento. Com o diferencial de que terá um local para organizar suas demandas e atividades, sem precisar misturar ambiente de trabalho com sua casa e a vida pessoal. Assim como os horários são flexíveis os dias da semana que você comparecerá ao coworking também.  Ah, e talvez, a principal vantagem: fazendo seus próprios horários é possível fugir dos grandes fluxos do trânsito das grandes cidades.

Espaços coletivos

Salas de reuniões, espaços para eventos, cursos e palestras. Quer algo mais funcional que compartilhar despesas do seu ambiente de trabalho e ainda ter salas estruturadas para atividades como estas? Um treinamento interno ou até mesmo aquela reunião com um cliente que você quer impressionar, podem ser feitos em locais específicos e de grande inspiração dentro de um coworking. Ou mesmo uma estrutura de internet para encontros à distância, são algumas das opções para quem utiliza os escritórios compartilhados.

Networking

Já falamos disso aqui, mas é sempre válido reforçar, principalmente para quem está começando a empreender. O contato que se estabelece com outros profissionais dentro dos coworkings é um grande fator a se considerar. Não basta ter uma empresa é preciso que ela esteja conectada com o mercado. Logo, dentro dos coworkings é possível estabelecer parcerias em novos projetos, reconhecer potenciais profissionais, divulgar sua marca e, principalmente, crescer como empresa.

Mas, há espaço para pequenas empresas?

Se tem um lugar que tem espaço para todos os modelos de negócio são os coworkings. Se a dúvida era se o modelo de negócio atende suas expectativas acredite, a margem de erro é quase nula. Afinal, você tem liberdade para fazer testes, perceber se tem a ver com seu perfil e aí sim decidir qual  a melhor forma de usar desses espaços a seu favor.

Sempre damos a dica de fazer uma visita aos escritórios compartilhados mais próximos de você. Não deixe de conversar com outros coworkers, conhecer a rotina e as funcionalidades que esses espaços oferecem. E a partir daí, analisar se o seu formato de trabalho hoje pode ser alterado para um outro sem sofrer grandes impactos. Considerando que os coworkings são tão democráticos, incluindo para PME, acreditamos que você reconhecerá mais benefícios que empecilhos, então, pesquise, faça seus testes e se jogue nessa tendência!

Depois conta pra gente como foi, combinado?

Até mais! 🙂

Este artigo foi originalmente publicado por Vida de Coworking.

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Close

Adblock Detectado

Ajude-nos a manter o site no ar desabilitando seu Adblocker