Banco de Ideias

EMPREENDEDORES CRIAM CANUDO ECOLÓGICO PARA CONSCIENTIZAR SOBRE PRODUÇÃO DE LIXO

O canudo é feito de aço inox reciclável e pode ser lavado e reutilizado

A cidade do Rio se tornou, na quinta-feira, a primeira capital brasileira a aprovar um projeto de lei que proíbe o uso de canudo de plástico em estabelecimentos comerciais. Na semana do meio ambiente, Niterói também se engajou numa campanha contra a poluição plástica e, caso vá na mesma direção do município vizinho, já tem numa de suas moradoras um bom exemplo para dar: Priscilla Saldanha, ativista do meio ambiente, em parceria com a amiga e artista plástica paulista Marina Wolf, criou o canudo eco, uma alternativa aos modelos de plástico.

— A aprovação da lei é uma vitória que abre portas para novas iniciativas e ações que visam a banir o uso indiscriminado dos plásticos que tanto poluem o nosso planeta. Em Niterói, numa única lanchonete que prefiro não citar o nome, são usados mil canudos por dia. Se multiplicarmos por todas as lanchonetes, sem falar em bares e restaurantes, chegaremos a um número chocante. A intenção é fazer uma parceria com essas lanchonetes e promover essa ideia — ressalta Priscilla.

O canudo ecológico, feito de é aço inox reciclável e lixado à mão, é vendido por R$ 15 e pode ser encontrado na Viganz, em São Francisco; no Empório Orgânico, em Itacoatiara; e no site conscienciaperegrina.com.

— A intenção não é ganhar dinheiro, mas chamar a atenção para causa. Fazer com que as pessoas sintam-se responsáveis pelo lixo que produzem. Por isso lançamos a campanha Dispense o Canudinho, mas em alguns casos ele se faz necessário, como para tomar uma água de coco. Nesse caso, pode-se usar o canudo ecológico.

CARINHO NO PLANETA

Depois de usado, o canudo deve ser lavado com água corrente e reutilizado. Para uma limpeza mais profunda, Priscilla sugere deixar cinco minutos de molho no vinagre ou usar uma escovinha:

— Ele é largo, por isso não acumula resíduos. É perfeito para todo tipo de bebida, até as mais grossas como açaí e milkshake. O canudo é higiênico e sustentável. As pessoas podem levá-lo na bolsa. Também é uma forma de presentear os amigos; uma maneira de acarinhar a natureza, o planeta.

A ONU promoveu nesta semana do meio ambiente uma campanha em forma de desafio na internet afim de acabar com a poluição plástica nos oceanos. A organização convidou a top model e ativista do meio ambiente Gisele Bündchen para gravar um vídeo para divulgar o que ela faz para frear a utilização dos plásticos e também convidar outras pessoas a fazer o mesmo. Entre outros, a modelo convidou a culinarista natural Bela Gil, que fez um vídeo promovendo a utilização do canudo sustentável. Outros famosos como Cauã Reymond e Bruna Marquizine também participaram da campanha.

ATÉ 400 ANOS PARA SE DECOMPOR

Os canudos de plásticos descartáveis são produzidos a partir do polipropileno ou do poliestireno, derivados de petróleo, e por isso demoram até 400 anos para que se decomponham.

Estima-se que 10 milhões de toneladas de materiais plásticos cheguem aos oceanos anualmente, sendo que destes mais de 100 mil toneladas sejam de canudos plásticos descartáveis. E A previsão do Foresight Future of the Sea Report, relatório britânico sobre a situação dos mares, é que a quantidade de plástico nos oceanos triplique até 2025.

Este artigo foi originalmente publicado por Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Tags
Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Close

Adblock Detectado

Ajude-nos a manter o site no ar desabilitando seu Adblocker