Dicas

Se eu virar empreendedor, nunca mais vou ter férias?

Dois, três, cinco anos sem férias. Será que esse sacrifício todo é necessário para abrir sua própria empresa? Não é bem assim. É possível e até recomendável descansar, com um pouco de planejamento, já que abrir mão das férias pode até fazer mal para o negócio.

Evitar as férias por medo de deixar os clientes na mão pode significar que a sua equipe de trabalho está pouco preparada, segundo o mentor de pequenas e médias empresas Marcus Marques, diretor executivo do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC). Isso porque centralizar demais o andamento do negócio não é saudável nem para o empreendedor, nem para a empresa.

“As suas férias são um bom teste para medir a qualidade da sua liderança e o nível de maturidade da sua equipe. Quanto mais você conseguir desconectar, mais madura está a sua empresa”, explica. Ou seja, o medo extremo de se afastar do negócio por algumas semanas pode ser um indicador de que os funcionários estão mal treinados e os processos, mal estruturados. Saiba mais: 8 dicas para contratar os melhores profissionais para a minha empresa!– Patrocinado

“É necessário para a saúde do negócio que o empreendedor não se torne imprescindível, se não, a organização fica limitada a ele próprio, e imprevistos podem acontecer a qualquer momento”, lembra o professor Joel Dutra, coordenador do Programa de Estudos em Gestão de Pessoas da Fundação Instituto de Administração.

Além disso, somente ao se afastar do negócio o empreendedor consegue afiar seu olhar crítico para perceber os erros e viver outras experiências para desenvolver criatividade.

Mas fique calmo, é normal não sentir confiança no primeiro ano de que as coisas estão indo 100% bem e que dá para se afastar. Também não existe um prazo ideal pré-determinado para sair de férias pela primeira vez.

Alguns especialistas recomendam esperar até cinco anos, outros aconselham sair uma vez por ano desde o início, experimentando se afastar por poucos dias antes de tirar um mês inteiro de uma vez. O importante é ter confiança na sua equipe e já ter feito alguns testes antes de delegar funções.

Como planejar as férias

Quanto antes você começar a planejar as férias, melhor. O ideal é que esse planejamento aconteça com três meses de antecedência, no mínimo, como recomenda o professor de estratégia do Insper David Kallás.

Prefira se desconectar em um período que seja tradicionalmente fraco para o seu negócio. Se você trabalhar com vendas, por exemplo, é claro que não vai sair em dezembro, certo?

Escolha apenas uma pessoa para ficar responsável pelo negócio no seu lugar. Faça um treinamento antes e experimente delegar suas funções para o futuro gestor antes de sair de férias. Oriente essa pessoa para não tomar decisões importantes enquanto você estiver fora, apenas tocar o dia a dia da empresa.

Durante as férias, tente se desconectar de verdade do negócio, mas se mantenha disponível para funcionários e clientes. “Infelizmente a realidade mostra que não dá para desligar o celular durante todo o tempo. Dê uma olhadinha no WhatsApp em momentos específicos do dia”, aconselha Kallás.

Não há problemas em avisar os clientes e fornecedores de que você permanecerá fora por um período, desde que não planeje as férias em épocas de entregas importantes. Se mesmo depois de avisar do recesso, o cliente procurar você, não o ignore.

“Nunca deixe o cliente sem resposta. Às vezes, dá menos trabalho responder que você resolverá a demanda até determinada data do que decepcionar o cliente”, orienta Kallás.

Mostrar Mais

Artigos Relacionados

Close

Adblock Detectado

Ajude-nos a manter o site no ar desabilitando seu Adblocker